A difícil missão de blogar para DDA’s

DDA – Distúrbio de Déficit de Atenção

“A pessoa comete erros por puro descuido, não presta muita atenção nos detalhes, negligencia nos deveres escolares, no trabalho, ou em outras atividades;

  1. Mostra dificuldade em atividades que exijam uma atenção prolongada, tal como nas tarefas ou nos jogos;
  2. Mostra dificuldade em manter a atenção com a fala das outras pessoas, parece não escutar o que lhe falam;
  3. A pessoa é pouco persistente, não completa tarefa, não obedece às instruções passo a passo e não completa deveres, ou tarefas no trabalho, por impaciência ou falta de persistência;
  4. Apresenta um estilo de vida desorganizado, tem dificuldade em ser organizado em trabalhos ou outras atividades, em controlar o talão de cheques, contas, etc;
  5. Costumeiramente perde objetos ou pertences, como chaves, canetas, óculos, etc;
  6. Qualquer estímulo desvia sua atenção do que está fazendo, evita e se mostra relutante a envolver-se em tarefas que exigem um esforço mental prolongado, tais como deveres escolares ou trabalhos de casa;
  7. Muda freqüentemente de uma atividade para outra, quase sempre sem completar a anterior;
  8. Vive freqüentemente atrasada;
  9. Sofre a ocorrência de “brancos” durante uma leitura, conversa ou conferência.”

Se você se identificou com as características acima, sugiro a leitura do livro “Mentes Inquietas” (link no fim do texto), pois você pode ser um DDA em potencial.

Pra mim, o Cardoso praticamente se declarou um DDA ao customizar esse Plugin do Buscapé para WordPress.

Quando você tem centenas e centenas de posts, isso pode se tornar entediante, e criaturas hiperativas com déficit de atenção como eu sofrem.”

Esse Plugin trata de colocar essas palavras-chave com link para o Buscapé, quando você esquece delas.

Para mim, DDA comprovado clinicamente, foi um dos melhores plugins que já tive contato. Estou até pensando em fazer um desses para o Technorati.

Toda vez me esqueço de colocar no fim do textos as benditas tags do Technorati e Buscapé.

Não é só isso. Mesmo sabendo que tenho que revisar todos os textos antes de publicá-los, as vezes não o faço. E quando lembro de fazer, o esforço é imenso, pois parece que há uma força maior me impedindo de realizar o trabalho.

? o mesmo problema que me faz guardar a caixa de leite vazio dentro da geladeira, ou levar o lixo pra passear na padaria por esquecer de colocar na lixeira (ainda conto melhor essa história).

Também me esqueço sempre que colocar o “continue lendo …”, e uso como desculpa para mim mesmo o fato de estar fazendo testes no site, para ver se ficar melhor com ou sem esse “continue lendo …”

Mais uma: Esqueço de classificar o artigo por categoria. Sempre! Depois tenho que ir até lá e editar de novo.

Existem remédios para isso, apesar de não ser classificado como doença. Mas particularmente nem penso em tomar ritalina o resto da minha vida.

Mas não se preocupem. Muitos gênios que marcaram história eram DDA’s, apesar de pouca gente saber. Einstein e da Vinci são exemplos.

Esse povo é meio doido, mas não morde não 🙂

Update: Não posso acreditar que mesmo falando sobre isso esqueci de classificar a categoria.

[bl] Ritalina, Mentes Inquietas, Livros[/bl]

[tags] DDA, Blog, Buscapé, Mentes[/tags]

4 Comments

  1. carla renata
  2. Messias de souza rocha

Add Comment