Clonagem de cartão de crédito: esclareça as dúvidas

A tecnologia nos trouxe muitas facilidades para nossas vidas, mas algumas inseguranças também surgiram por meio de alternativas criminosas tecnológicas. Agora, nem é preciso sair de casa para comprar, pois a internet oferece de tudo. Com um cartão de crédito ou débito é possível realizar transações bancárias por meio da internet.

Dispositivo que clona cartões de crédito (Foto: Divulgação)

Dispositivo que clona cartões de crédito (Foto: Divulgação)

Além disso, andar com dinheiro vivo nas mãos não é necessário em várias situações, pois essas mesmas formas de pagamento podem ser utilizadas em lojas, mercados, farmácias e em outros estabelecimentos comerciais. Porém, os badidos aperfeiçoaram a sua técnica e passaram a clonar cartões de crédito de várias formas.

A clonagem de cartões representa mais de 50% do número geral de fraudes praticadas com cartões magnéticos no país. Esse tipo de furto de informações confidenciais acontece principalmente em postos de gasolina e restaurantes, onde as pessoas costumar usar o sistema de cartões sem prestar muita atenção se suas informações estão sendo furtadas.

Quando o funcionário leva o cartão de crédito até a máquina onde o pagamento é feito, longe dos olhos cliente e o passa primeiro nem uma máquina portátil que copia as informações de sua tarja magnética, muitas pessoas nem se dão conta do roubo de dados. Depois, essas informações são repassados para outro cartão, e assim, está concretizada a operação.

Clonagem de cartão por meio de serviços Internet Bank

Pela internet você também pode ser vítima de clonagem. O Cavalo de Tróia, por exemplo, é um programa espião, que faz com que o fraudador saiba tudo o que você digita, inclusive sua senha e o endereço eletrônico do seu banco. As informações chegam automaticamente para ele por e-mail, que pode usar isso para fazer compras com o seu cartão de crédito sem que você saiba, ou até, limpar sua conta corrente.

Quadrilhas especializadas em extravio de cartões de crédito

Algumas quadrilhas se especializaram em roubar cartões de crédito que não chegaram em seu destino. Com a facilidade de conseguir um desses itens, alguns bancos encaminham sem aviso prévio e esses grupos de pessoas más intencionadas roubam a correspondência dessa pessoa. Também acontece a solicitação de cartões de crédito em nome de “laranjas” que perderam os documentos e um terceiro se passa por ele para pedir o artigo junto ao banco. Depois, quando o cartão chega, a quadrilha gasta todo o limite e nunca mais faz a quitação do débito.

Cuidados para não ter o seu cartão de crédito clonado (Foto: Divulgação)

Cuidados para não ter o seu cartão de crédito clonado (Foto: Divulgação)

O que fazer quando se é vítima desse tipo de fraude?

Quem é vítima desse tipo de fraude não tem outra solução se não denunciar o caso a polícia fazendo um Boletim de Ocorrência. Além disso, é preciso entrar em contato junto a instituição financeira vinculada ao cartão para que ela consiga abrir uma investigação que apure se realmente houve um furto do cartão e de seus dados. Se ficar provado que o cliente foi vítima de fraudadores a pessoa tem o seu dinheiro de volta em caso de saques em conta corrente ou débito é excluído de seu nome, se no caso o problema for com o cartão de crédito.