Como Fazer Soro Caseiro

O soro caseiro é um dos remédios caseiros mais populares, por ser simples e de fácil preparo, podendo ser administrado em adultos, crianças e até mesmo animais domésticos. A sua principal função é evitar a desidratação do corpo causada pela ocorrência de vômitos e diarreias, além de ajudar o corpo a recuperar uma parte da glicose e dos sais minerais perdidos.

Como Fazer Soro Caseiro

Faça soros caseiros para ajudar a combater doenças e a trata-las.

Receitas de Soro Caseiro

Apesar de sua simplicidade, as medidas usadas devem ser exatas, pois caso algum ingrediente esteja presente em maior ou menor quantidade do que o devido, pode acabar causando complicações, como convulsões e aceleração da desidratação. Portanto, bastante atenção quanto à receita:

– 1 litro de água mineral ou filtrada

– Uma colher de café de sal (3,5g)

– Duas colheres de sopa rasas de açúcar (20g)

Basta adicionar o sal e o açúcar na água e misturar até ambos os ingredientes estejam completamente dissolvidos. Caso essas medidas soem confusas, há também a opção de usar as colheres-padrão recomendadas pela UNICEF. Elas podem ser adquiridas em farmácias populares ou postos de saúde. Nesse caso, o preparo varia um pouco: em vez de 1 litro, você deve usar apenas 200 ml de água. Adicione com a colher-padrão uma medida de rasa de sal e duas medidas rasas de açúcar e misture.

O soro caseiro deve ser tomado no mesmo dia em que for preparado e em pequenos goles ao longo do dia. O soro, caso guardado em recipiente fechado e refrigerado, possui validade de 24 horas. Evite tomar grandes quantidades de vez, pois pode acabar provocando o efeito contrário e irritando ainda mais o estômago e o intestino.

Uma estratégia possível é tomar o soro proporcionalmente à perda de líquidos e nutrientes causadas pela diarreia e pelos vômitos. Por exemplo: em adultos, 10 ml de soro por kg a cada episódio de diarreia ou 2 ml de soro a cada episódio de diarreia. Crianças devem tomar o soro em colheres, preferencialmente na medida de 50 ml por kg a cada 4 horas. Independente da forma que você tomar ou administrar, o importante é ir controlando a hidratação, através da sede, da sensação de boca seca e do volume de urina expelido por você ou pela pessoa/animal afetado.

No caso de cães e gatos, o preparo é um tanto diferente:

– 1 litro de água mineral natural;

– 3 colheres (de sopa) de açúcar;

– 1 colher (de chá) de sal;

– ½ colher (de chá) de bicarbonato de sódio;

– Suco de ½ limão

A água deverá ser fervida até atingir o ponto de ebulição. Os ingredientes deverão ser adicionados em seguida e misturados bem. O soro pode ser colocado no pote de água, para que o bichinho venha tomar por conta própria, ou pode ser administrado direto na boca por meio de uma seringa veterinária.

Seja adulto, criança ou pet, a informação mais importante em relação ao soro caseiro é que ele não serve para curar o fator desencadeante da diarreia ou vômito, mas somente para aliviar os sintomas da desidratação e da perda de nutrientes. Caso em 24 horas não seja detectada nenhuma melhora, procure um médico ou veterinário o quanto antes. Além do mais, o soro é contraindicado para uso em pessoas diabéticas e/ou hipertensas. Nesse caso, o mais recomendado é procurar o médico de imediato para evitar complicações. Apesar de todos os cuidados e contraindicações, o soro caseiro é um remédio simples e eficaz no combate à desidratação.

Como Fazer Soro Caseiro
Avalie esse artigo: