Web
Analytics

Como montar uma construtora

Como montar uma construtora

Atualmente as construtoras têm ganhado um certo espaço no mercado, sua relação com o público tem crescido bastante, sendo assim, muitos se perguntam: “Como posso montar uma construtora?”

Montar um negócio é sempre algo que exige tempo e cuidados. Ninguém deseja perder dinheiro e nem mesmo ter uma impressão errada sobre a área.

Reintegro, montar uma construtora é um negócio como qualquer outro, por isso, os mesmos planejamentos que se aplicam a, por exemplo, o gerenciamento de um mercado, loja de roupa e afins, se aplicam a uma empresa como essa.

É claro, uma construtora é também a união de diversas ideias e ideais, portanto, esses fatores devem ser somados a estratégias comuns. Vamos ver um pouco mais como é possível montar um negócio do gênero.

Afinal, por que montar uma construtora?

A melhor resposta é: especialização. Se você é um engenheiro ou um arquiteto, pode ser interessante começar algo do gênero, porém, não se engane, nem sempre esse é o fator que deve falar mais alto.

Isso porque devemos considerar também o crescimento do ramo nos últimos anos. A verdade é que as empresas desse gênero têm crescido de forma bastante clara e objetiva. Já existe um público que deseja os serviços e, com a tecnologia, novas e melhores formas de fazer certo processo tem aparecido.

Nesse quesito, vale lembrar que alguns dados da Cbic apontam que o setor de construção é um dos que mais cresce nos últimos 10 anos, com destaque para a construção civil.

De toda forma, vamos ver alguns pontos importantes na hora de criar uma empresa desse tipo.

Etapa de planejamento: o público alvo

O primeiro ponto é saber exatamente quem irá para sua empresa! Não estamos nem mesmo falando da venda diretamente ainda, apenas saber que tipo de pessoa visitaria esse local é fundamental.

Por exemplo, quando falamos em construção civil, há uma grande quantidade de pessoas que podem desejar seus serviços, seja para alguma construção de casas, prédios ou até mesmo para receber algum outro serviço específico do seu estabelecimento.

Nesse ramo é importante possuir alguma especialização, sendo assim essa parte é mais que fundamental.

Uma pesquisa de mercado

Nessa hora é fundamental considerar seu público alvo como parte da estratégia. Como assim? Bem, imagine que sua empresa deseje trabalhar em determinado mercado, mas não é apenas chegar e começar, certo?

Você sempre considera fatores como concorrência, quantas pessoas podem utilizar sua empresa, se o local é mesmo adequado para começar e se há uma procura pelos serviços oferecem. 

Isso é válido para todas as empresas, como já dito, no entanto, ao montar uma construtora, você deve entender que a sua relação com um cliente e até mesmo com os concorrentes, acontece de maneira mais firme.

Fazendo a pesquisa de mercado se torna fácil identificar e armazenar todo tipo de informação referente ao processo. 

Um plano de negócio

Nessa etapa é possível começar a ver um pouco da formação da empresa. Um bom plano de negócio pode transformar tudo. Nele o empresário deve inserir os objetivos da empresa e, ainda mais importante, descobrir como é possível chegar até eles. 

Nesse ponto se considera os riscos que serão necessários, as estratégias de marketing, planejamento financeiro e muito mais. 

Em suma, você faz um apanhado geral de tudo aquilo que considera fundamental para chegar aos seus objetivos. Com isso consegue apresentar uma estratégia para seus funcionários. Não é muito complicado, porém, exige atenção!

Faça sua empresa!

Claro, esse é um fator que exige tempo também. Devemos lembrar que não é apenas dinheiro que está envolvido na criação de uma empresa. É trivial, está de acordo com a lei e a primeira ação de acordo é a formalização dela no mercado.

Se começa com a criação de algo simples, um CNPJ, mas exatamente porque isso é tão importante?

Primeiramente deve-se considerar fatores de responsabilidade técnica. Empresas do ramo de construção civil devem ser registradas no CREA da região. Sendo assim, além de um CNPJ você também necessita de um técnico responsável nesse órgão.

Mas não acaba por aí, também é importante estabelecer o tipo de empresa que deseja criar, tal como é fundamental estabelecer seu porte. Isso é, se ele é um Microempresa, uma empresa de pequeno porte, média empresa ou até mesmo uma grande empresa.

Sim, todas essas questões demandam do faturamento anual do estabelecimento, no entanto, ao começar um negócio é importante já saber em qual desses ramos irá atuar. Afinal, quanto maior a construtora, mais clientes e mais projetos irá possuir.

Quais são os ramos em que uma construtora pode atuar

Com toda a questão tratada aqui, em algum momento essa pergunta deve ter chegado até você. Afinal, qual é o ramo de atividade que uma construtora atua? 

Existem 3 áreas principais de atuação. Uma delas é a indústria, outra é o comércio e, por fim, no setor de serviços.

É exatamente nesse último que uma construtora pode atuar, já que, no geral, ela presta algum serviço para os clientes. 

Como fazer para ela crescer?

Criar talvez não seja a parte mais complicada, pelo contrário, deve ser a mais fácil. A criação de uma empresa depende, em suma, de sua capacidade de gerir e o seu orçamento. No entanto, fazer ela crescer pode ser complicado.

Algumas dicas que podem ser úteis nesse momento são:

  • Evite desperdício de materiais, como construtora, essa é uma das dicas mais diretas para gastar menos;
  • Tenha parcerias boas, procure sempre os melhores clientes;
  • Controle bem a área financeira;
  • Sempre esteja pensando em estratégias para aumentar sua lucratividade e produtividade do time;
  • Faça uma ótima divulgação.

Conclusão

Montar uma construtora não é algo de outro mundo. Os pontos mais importantes foram citados aqui, sendo assim, há apenas outras questões a se tratar. 

Lembrando que cada tipo de empresa pode variar bastante com relação a lucratividade, sendo assim, crie algo consciente e saiba sobre o mercado onde irá atuar. Lembre-se sempre que o sucesso não depende apenas de sua boa vontade!