Dia de Experimentos de Alguns Serviços Online

A internet proporcionou coisas incríveis nos últimos tempos. Dois ou três anos atrás, quando fiz meu e-mail no Spymac, achava um absurdo e um avanço sem fim e-mails com 1GB. Hoje, e-mail com espaço ilimitado e recursos infindáveis como Yahoo” mail ou Gmail são tão comuns que você se sente um patinho feio se não tiver um.

Creio que nunca na história as coisas se deram e evoluíram tão rápido quanto depois da invenção da web.

São tantas novidades todos os dias que até mesmo um blogueiro, que é obrigado a estar antenado sempre em tudo, deixa algumas coisas ficarem pra trás.

E percebi hoje que haviam várias novidades que, apesar de eu saber muito bem do que se tratavam, não havia testado e conhecido todo o potencial que podem oferecer.

Foi o que decidi fazer hoje.

Começando pela…

Last.FM

Muito mais que uma rádio online. A Last.FM ganhou ainda mais espaço com o “fim” do Pandora. Fim entre aspas, pois o que aconteceu foi qe o Pandora se limita apenas para americanos.

O Last.FM disponibiliza um software para você instalar no seu micro. Com esse software, que é compatível com vários players de áudio como o Media Player por exemplo, o site analisa todas as músicas que você toca no seu pc, construindo assim um perfil e um ranking de seus artistas prefiridos.

O site também disponibiliza um código embed para você adicionar o player de uma rádio ou uma playlist no seu blog, com códigos prontos para WordPress, blogger, etc.

 

Você encontra links para comprar cd’s em todos os cantos, o que facilita bastante, pois apesar disso, o site não fica poluído e feio. É como ouvir uma música legal e pensar “puxa! queria comprar esse cd para ouvir mais!” e puft!, lá está ele a um clique de você.

O único porém é que não tem muitas musicas.

 

Facebook

Depois de ler esse artigo da Daniele Viana, me inspirei para testar o Facebook.

Não sei porque nessa cabecinha tonta minha, depois de ler esse artigo do Fugita falando do Tagged (sem link propositalmente pra-quela praga!), troquei as pontas e fiquei na cabeça que o SPAM disfarçado de rede social era o Facebook.

Depois de tirado o preconceito, fui testar.

O maior problema do Facebook e de todas as outras rede sociais é que, apesar de serem muito superiores ao Orkut, lá você não encontra gente conhecida.

O Facebook é infinitamente superior ao Orkut.

Pra começar:

1 – Privacidade

O Orkut é lugar de fuxiqueiros. É uma fonte inesgotável de fofocas e motivo de rompimento de muitos namoros. No Facebook você tem ferramentas que podem te dar um pouco mais de privacidade, limitando algumas coisas só para amigos adicionados na sua lista.

2 – SPAM

Não existe SPAM no Facebook, se você não quiser. O motivo é simples: você pode deixar por padrão bloqueado mensagens de qualquer pessoa que não for sua amiga. Portanto, a não ser que você tenha aquela “miguxa” que vai mandar recado pra lista toda com o desenho do mamute, você está imune.

3 – Contatos

Quando você adiciona alguém no Orkut, você esquece daquela pessoa. Ela vai ser apenas +1 no contador de amigos. Ser amigo de alguém não te dá nenhum privilégio, não muda nada na sua vida. Aliás, agora me pergunto porque é que é que é, que eu adiciono alguém no orkut? Não muda nada mesmo ter ela ou não na minha lista.

No Facebook você realmente acompanha seus contatos com feed pra cima e pra baixo. Filtra quem você quer ou não quer. Sua experiência é infinitamente mais gratificante e os recursos são muito superiores.

Você tem feed também das comunidades que acompanha e assim como o Orkut pode colocar os feed do seu blog por lá, que vai aparecer tudo na sua página.

4 – Álbum de fotos

Orkut: limite de 12 fotos. Uma das principais reclamações dos usuários

Facebook: ilimitado, com um sistema de upload que torna o carregando bem mais simples.

Sistema de tags (essa estou copiando da Daniele pois não testei). Se você coloca uma foto com várias pessoas, consegue tagear cada uma delas, colocando um link para o Facebook de cada uma! Ah é, e você pode comentar nas fotos também.

Muito mais interessante, não?

 

Flickr + Picnik

Esses dois eu já conhecia bem, mas descobri hoje o poder que os dois podem ter juntos.

O Picnik é um editor de fotos online. Com ótimos recursos, alguns efeitos e mais o básico, está em um nível excelente para um editor online. Se você precisa de recursos avançados, aí deve apelar ao Photoshop, claro.

O Flickr todo mundo já conheci, mas recomendo a leitura desse ótimo tutorial para conhecer mais.

niver Alice 015image

 

O interessante é a interação do Picnik com o Flickr. Você pode acessar seu álbum de fotos do Flickr por ele e editar as fotos online e salvá-las. Também existe a interatividade com o Picasa.

Ah sim! Esqueci, também tem interação com o Facebook 🙂

Mas isso ainda não testei.

A foto a esquerda está hospedada no Flickr e foi editada no Picnik.

 

Outra coisa interessante que experimentei hoje foi o levíssimo software que o Flickr disponibiliza para fazer upload de fotos. Deixa a tarefa de transferir suas fotos muito mais rápida e simples. Eu simplesmente selecionei tudo o que queria e deixei subindo por alguns minutos. Logo depois estava pronto. Meu álbum online, para poder ver de onde quiser.

 

Essas são as dicas de hoje. Espero que gostem!

4 Comments

  1. tonobohn
  2. Renato
  3. tonobohn

Add Comment