Dicas Caseiras para Combater Garganta Inflamada

É sempre a mesma coisa. Acorda-se com aquele pigarrinho estranho e um certo calor na parte de traz da língua e da úvula (aquele pequeno “pingo” que fica na entrada da garganta). Com pouco tempo, sente-se a testa quente e até engolir água se torna algo difícil. Pronto, mais uma garganta inflamada se mostra, em toda a sua ardente fúria e dolorida presença ao mundo.

Para quem sofre com esse mal corriqueiro e comum, o sofrimento parece não ter mais fim. Seja por conta de origem bacteriana ou virótica, a inflamação na garganta deve ser tratada como um sintoma a ser diminuído até que a fonte real seja efetivamente derrotada. Para isso, pode-se usar uma série de truques e artifícios para alívio. São os mais comuns:

Utilize pastilhas analgésicas e antiinflamatórias; nunca use antibióticos sem receita médica; líquidos viscosos como mel ou xarope caseiros são ótimos para aliviar o coçar; Evite líquidos quentes demais. A falta de sensibilidade na mucosa pode favorecer queimaduras; abuse de frutas macias (bananas e laranjas, por exemplo) e balinhas e gengibre e afins são ótimas para alívio mais imediato.

De mais, siga o que seu médico recomendar (seja remédios ou cuidados) e não faça uso de automedicação por indicação de amigos, parente e atendentes de farmácia. A inflamação de garganta pode ter origem virótica e bacteriana e, como já dito, é um sintoma de alguma outra doença que, em alguns casos, pode ser mais grave do que uma simples gripe.