Web
Analytics

Dicas de Dança de Salão

Certo. Existem aqueles que torcem o nariz e acham que dança de salão é coisa de gente esnobe que acha que é preciso regras para se dançar e não entendem como é que se pode querer que algo tão natural quanto a dança tenha regras tão rígidas.

E existem os que percebem que dana de salão é deliciosa. Entender como os corpos se movimentam, compreender como as pessoas interagem ao som de música e fazer com que seu próprio corpo sinta essa interação e faça parte dela… isso é dana de salão. No salão, aliás, a única regra realmente inquebrável é: “se você não está se divertindo, então está fazendo errado…”.

Para principiantes e veteranos, no entanto, tenho algumas dicas universais. São dicas não para ajudar a dançar melhor, por que isso depende de você e de sua relação com seus professores. São dicas, isso sim, para que interaja melhor no ambiente de dança. São elas: odores corporais devem ser minimizados ou disfarçados – roupa sempre limpa, hálito em dia e desodorante sempre a mão são coisas imprescindíveis, acredite…evite fumar antes de dançar – por uma questão de fôlego e, principalmente, por que muitas pessoas não gostam do cheiro do cigarro;

Outra dica para que a dança de salão flua é o cavalheirismos nunca sai de moda – convidem as damas e, após a dança, devolvam-na a seu lugar de origem. Concentre-se nela e nos passos e no fluxo, mas sem perder ela de seus pensamentos. Ser uma dama é ser mais do que perfeita – não recuse convites demais para dançar para não parecer seca e desagradável, não converse, durante a dança, sobre nada que não seja imediatamente importante, concentre-se no seu parceiro.

Siga o ritmo do salão – o fluxo de dança é no sentido anti-horário. Isso é universal… por isso, evite contra-mão ou ficar parado no meio do fluxo, deixe que o salão rode no seu fluxo. Se você ao for muito experiente, fique no centro.      No mais, aproveite a dança e se divirta…e esculpa seu corpo através de movimentos.