Eu Trai e Me Arrependo – O Que Fazer?

O relacionamento estava bem, troca de carinho, atenção, sexo e tudo mais que completa um relacionamento sério, mas isso tudo não foi o suficiente para impedir uma traição? Há quem diga que quando não se dá assistência, abre concorrência, será? O fato é que se você traiu, esta pulada de cerca teve algum motivo como responsável, qual foi? No entanto, antes mesmo de começar a se questionar sobre o motivo que te levou a traição é preciso tomar uma decisão: dizer ou não ao seu parceiro (a)? Caso você esteja realmente arrependido pelo que fez, não se sente bem pelo o acontecido e não suporta mais guardar este segredo para você, saiba que a melhor saída é contar a ele (a), principalmente antes de a pulada de cerca chegue aos ouvidos dele (a) sem sair da sua boca, o que aumenta ainda mais a complexidade da situação. Desta forma, abrindo o jogo para o seu parceiro (a) em relação do que aconteceu, as chances de conseguir obter o perdão e manter a relação como estava ou ainda melhor, são maiores.

No entanto, quando a traição é descoberta no flagra ou através de terceiro, saiba que a sua situação se torna delicada ao extremo, pois toda e qualquer atitude ou reação não será vista como arrependimento sincero, ao contrário, da revelação. Contando ao seu parceiro (a) que o (a) traiu e que está arrependido, você mostra verdadeiramente que se sente mal pela atitude tomada no passado, e dizer o que está sentindo é a melhor forma de revelar. Independente dos casos, a tarefa não será fácil, já que a notícia cairá como uma bomba no colo da pessoa amada, pois qual é a pessoa que gostaria de saber que recebeu um par de chifres? A princípio haverá um grande choque, e conversar em seguida sobre o destino do relacionamento pode não ser a melhor hora. Desta forma, deixe que seu parceiro (a) tenha um tempo para organizar os pensamentos, os fatos e o que realmente deseja fazer. No entanto, para estes casos há apena duas alternativas: aceitar a traição e vê-la como um obstáculo a ser superado pelo casal ou então, utilizar a traição para colocar um ponto final na relação.

Contudo, caso o seu parceiro (a) não queira nem te ver pintado (a) de ouro, não fique tentando falando com ele (a) de todas as formas, dê um tempo, mas não muito. Tente mostrar o quanto estar juntos é prazeroso, tente fazer com que venham a tona todos os momentos que passaram juntos, o que conquistaram, o que superaram, enfim. Dê a ele (a) fotos e presentes que simbolizam a união do casal. Se desejar, você pode organizar um jantar romântico para ter uma conversa final que pode ser decisiva para o relacionamento, crie um clima especial para conseguir alcançar o seu objetivo, mas nada de trapaça e fingimentos, seja sincero (a) e mostre o quanto você está arrependido pelo erro que cometeu há algum tempo. Assim, mostra que errou, que está magoado e que você tem a consciência de que magoou um alguém muito especial em sua vida, e por este motivo, você está disposto (a) recompensá-lo da melhor forma possível.

Faça com que esta conversa realmente chegue a um consenso, questione-o (a) sem vergonha ou receio o que é necessário faze para reconquistá-lo (a) novamente, como conseguir a confiança e que promete fazer de o possível para garantir apenas felicidades. Mostre que você aprendeu com este erro e que não mais o cometerá no futuro, e que não consegue viver longe, enfim, diga o quanto ele (a) é importante em sua vida. Após fazer isso tudo, resta esperar a opinião, os sentimentos e a resposta final dele (a), pois você certamente já fez tudo o que era possível a ser feito. Lembre-se de uma velha e conhecida frase: o que for pra ser, será. Desta forma, se não der certo, leve esta experiência para os futuros relacionamentos e evite cometer o mesmo erro duas vezes.

Eu Trai e Me Arrependo – O Que Fazer?
Avalie esse artigo: