Greve Dos Bancários 2011: Prazo e Informações

Mais uma vez, os bancários do Brasil estão em greve, algo que faz toda a população ficar atenta as negociações e torcendo para que os bancários voltem a trabalhar o quanto antes devido o acúmulo de contas para pagar e outros transtornos ligados aos bancos. A falta dos serviços de tais profissionais realmente complica a vida de muitas empresas e pessoas, e desta vez, de acordo com a Contraf-Cut (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro), são mais de quatro mil agências e centros administrativos de bancos públicos e privados que aderiram à greve e assim fecharam as portas.

Com a greve dos bancários em 2011, cerca de 20% dos estabelecimentos do gênero e ligados aos bancos foram atingidos, de acordo com opiniões, a greve está longe de acabar, ou seja, ainda encontra-se com tempo indeterminado. O reajuste solicitado pelos bancários nesta grave é de 8% sobre atuais salários, enquanto uma determinada categoria solicita o reajuste de 12,8%, sendo cerca de 5% real. No entanto, além do reajuste salarial, os bancários também desejam mais participação nos lucros, fim da rotatividade, valorização do piso, fim das metas abusivas, mais contratações, mais segurança, combate ao assédio moral, inclusão bancária, igualdade de oportunidades e muitas outras reivindicações.

É por estes e outros motivos que a greve está na ativa e certamente ficará por mais tempo, o que é ruim para o povo brasileiro. Já estão sendo realizadas negociações entre as partes, sendo que nos próximos dias os bancários estão para realizar assembleias para avaliar a negociação. Quer obter mais informações atualizadas sobre a Greve dos Bancários 2011, incluindo o prazo e informações de agências, acesse site do G1 http://g1.globo.com/ e mantenha-se informado.