Não os deixe morrer

Uma criança constrói um castelo de areia que em poucos segundos é destruído pelo mar. Mas o castelo continua existindo, dentro da imaginação da criança, que o recomeça a partir do zero.

O corpo humano é levado por uma brisa leve do tempo. Um tapa da natureza. Tudo aquilo que conquistamos, casa, carros, cargos … a areia pode enterrar.

Mas há aquilo que continuará imortalizado. Viverá para sempre na história e na cabeça das pessoas. São nossas idéias, valores, princípios, marcas que deixamos. Serão as únicas coisas eternas deixadas por nós nessa passagem brevíssima.

É por causa disso, e somente disso, que tantos filósofos continuam existindo. Sócrates continua pregando ensinamentos, Platão continua defendo suas idéias e Giordano Bruno continuará morrendo defendendo sua filosofia.

É por isso e nada mais, que Renato Russo continua lançando CD’s e Mamonas Assasinas continuam sendo ícones.

O Aldemir Silva sabia muito bem disso. Não o conhecia, mas felizmente através do blog dele tive a oportunidade de saber um pouco mais. Agora, depois de sua lamentável morte, o “Aldemir” lançou mais um site. Seu site com registro de domínio, com plataforma WordPress, que era o que ele queria pouco antes de ser internado. O AldemirSilva.com. Lá estão alguns textos da blogosfera toda em homenagem a ele, além de uma carta muito bem escrita da sua família.

Não o deixe morrer.

Deus é inexplicável, tão quão a infinitude. Então me limito a minha estúpida razão.

(Aldemir Silva)

1 comentário

  1. Renato

    flap, flap, flap, …
    sem mais …

    (obs.: dentro de parenteses mesmo, o cara merece respeito, Tonobs, vc q esta nesse mundo, conhece o pessoal, de um toque neles… logo de cara, 1ª página, 1º texto, 1ª citação… o nome do cara esta errado, é um nda de erro, mas é o nome do cara… c tiver como fale p/ o pessoal arrumar… falow!)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.