Orby – My dirty little secret

Vou contar um segredinho aqui pra vocês que só eu e poucas pessoas no mundo sabemos. E não, não se trata de nenhum fetiche maluco com gêmeas japonesas.

Trata-se um lançamento muitíssimo curioso para o qual fui apresentado ontem, chamado Orby.

O que é o Orby?

Seria um porta-retratos digital? Seria um telefone VoIP? Seria um aparelho eletrônico para ler notícias, ver ações da bolsa e vídeos diversos?

Na verdade, o Orby é tudo isso junto e misturado! É até complicado explicar. No site oficial você pode ver tudo sobre ele.

No Orby, você navega apenas pelos aplicativos existentes nele. Não há navegador, não há memória para armazenar seus arquivos. Tudo fica dentro dele, limitado aos seu software que, aliás, foi desenvolvido em cima da plataforma Linux, com drivers customizados.

Orby

Possui uma interface multi-touch numa tela de 7”. Entrada USB, que lê o conteúdo de áudio (MP3, WMA, WAV) e vídeo (MPEG-4, Sorenson 3 e FLV) dentro do seu Pen Drive, apesar de não transferir os arquivos para uma memória interna. A qualidade da imagem é excelente.

usb-media-screenshot.JPG

Uma das grandes vantagens do Orby é poder usar o seu sistema próprio de VoIP, que me aparentou ser muito bom, com uma qualidade de áudio excelente. Ele pode ser usado pelo viva-voz ou também pelo seu aparelho telefônico comum, que vem junto com o conjunto, com acesso Wi-fi comum.

É um mashup interessante para ter em cima da sua mesa de escritório ou em casa. Como já disse antes, foram produzidos apenas 100 aparelhos iguais que serão vendidos em São Paulo. Ou seja, no mundo todo, apenas um seleto grupo de 100 pessoas terão acesso a essa novidade.

Se você ainda prefere conhecer o Orby de perto, no próprio site você pode pegar uma senha e ir ao Shopping Paulista. Mas leve a senha, senão os seguranças de lá não vão te deixar entrar (eu disse que era uma novidade para poucos e raros!).

Add Comment