Transplante de Córnea – Como Funciona?

Vamos ver nesse artigo todas as etapas para um transplante de córnea, todo o processo do pré  e pós operação. A córnea é um tecido que fica na frente do olho, quando ela embaça a pessoa pode perder a visão. Esse embaçado se dá por várias causas como: enfermidades hereditárias, lesões, infecções, queimaduras por substâncias químicas, enfermidades congênitas entre outras coisas. A pessoa que tem algumas dessas lesões na córnea acaba perdendo bastante de sua visão e se não cuidar provavelmente perderá a visão por completo. O transplante de córnea é uma das maneiras mais eficazes em combater esse mal. Os pacientes que optam em fazer acabam que por inteiro com o problema. O transplante de córnea é feito com a troca do disco central que esta embaçado por algumas dessas lesões citadas no artigo.

A troca desse disco por um saudável o paciente recupera sua visão totalmente em até 90%. Muitas pessoas têm duvidas em relação a transplantes entre essas duvidas saber se o olho total pode ser transplantado. Essa é uma questão muito debatida e o olho inteiro não podem ser transplantados, somente os tecidos, a córnea, esclera células-tronco das córneas pode receber o transplante. A instituição responsável pela retirada, avaliação, classificação, preservação, armazenamento e transporte desses tecidos são os bancos de olhos. O banco de olhos são os responsáveis por todo o processo de tecidos doados. A instituição garante de uma maneira muito eficaz com ética, segurança, profissionalismo tudo de acordo com as normas médicas internacionais. Há para esse processo muito vigor em uma lei que foi moldada com muita atenção.

Para ser um doador de córnea a pessoa tem que ter os olhos saudáveis e não podem ter algumas disfunções como: como miopia, hipermetropia, astigmatismo, glaucoma entre outros. Já os que usam óculos ou lentes de contato para a correção estão liberados a serem doadores. O tecido retirado não provoca nenhum dano ao doador, de acordo com normas estabelecidas, o doador não terá nenhum vestígio e a operação não modifica a aparência do doador.