Vestibular 2013 UFPR

Quando saímos da escola estamos cientes que teremos que procurar uma universidade para termos um futuro deslumbrante. A Universidade Federal do Paraná que é a considera mais antiga instituição de ensino no Brasil. UFPR foi criada em 1912 e tinha o nome, inicialmente de Universidade do Paraná. O governo desintegra a Universidade e depois de alguns anos reintegrada e federalizada e por volta de 1951 começa a oferecer cursos gratuitos a todos. Hoje em dia a Universidade está com instalações em vários pontos na cidade de Curitiba e também em cidades do Paraná.

 

A universidade possui 77 cursos diferentes, 124 cursos de especialização, 41 mestrados e 26 doutorados. Para ingressar na universidade federal que é o sonho de todas as pessoas. A Universidade Federal do Paraná é uma é uma das principais no Brasil e corresponde a demanda dos melhores cursos. Uma dedicação fará com que você possa estudar e estar preparado para ingressar nessa grandiosa Universidade. O vestibular para 2013 já está sendo cogitada a data, você pode ir se preparando com um estudo salutar para vencer mais essa barreira em sua vida.

A Universidade Federal do Paraná já vem divulgando as obras literárias e sugerindo livros que podem ser lidos para o vestibular.  Os candidatos com melhor desempenho vão garantir uma vaga em uma das maiores Universidades federal do Brasil. Com a melhor qualidade de estudo e cursos expansivos e abrangentes a UFPR está a frente no mundo, para preparar jovens para uma vida de grande brilho. No site foram publicados os livros que serão exigidos para a prova de habilidade especificas nas áreas de filosofia e sociologia. Confira essa lista e aguarde informações sobre a data do vestibular. http://www.ufpr.br/portalufpr/

 

Lista dos livros:

  • Anjo Negro”, de Nelson Rodrigues
  • O Bom Crioulo”, de Adolfo Caminha
  • Poemas escolhidos”, de Gregório de Matos
  • Lucíola’, de Machado de Assis
  • Novas Diretrizes em Tempos de Paz”, de Bosco Brasil
  • Romanceiro da Inconfidência”, de Cecília Meireles
  • São Bernardo”, de Graciliano Ramos
  • Felicidade Clandestina”, de Clarice Lispector
  • Urupês”, de Monteiro Lobato
  • Inocência”, de Visconde de Taunay